domingo, 9 de novembro de 2008

EMBRIAGADO NO ESPÍRITO?


DRUNK IN THE SPIRIT?
Embriagado no Espírito?
Por David Cloud

July 13, 1997 (David W. Cloud, Fundamental Baptist Information Service, P.O. Box 610368, Port Huron, MI 48061-0368, fbns@wayoflife.org)

O alegado reavivamento que está ocorrendo em vários círculos carismáticos/pentecostais atualmente é caracterizado por estranhos fenômenos não bíblicos tais como risos incontroláveis, cair no espírito, gritos, movimentos descontrolados e EMBRIAGUEZ ESPIRITUAL. Um dos pais desse movimento, Rodney Howard-Browne, chama a si mesmo de o “garçom do Espírito Santo”.

Um dos atuais centros desse “reavivamento” é a Assembléia de Deus em Pensacola, Flórida. John Kilpatrick é o seu pastor. Falando em um encontro do distrito das Assembléias de Deus da Península da Flórida em novembro de 1996, Kilpatrick declarou que estava tão “embriagado no espírito” que corria em seu carro para se encontrar com o seu pastor da mocidade e que acabou se chocando com muitas latas de lixo que estavam no meio fio da estrada. “Ele disse que sua esposa estava tão embriagada que ela não podia nem cozinhar. Ele estava tão profundamente embriagado em seu estupor que teve que ser levado do serviço em uma cadeira de rodas.” (The Inkhorn, January 1997). Kilpatrick afirma que sente como se tivesse 10.000 libras sobre si quando a “glória de Deus” vem a ele. Declarou ainda que: “minha nora teve que despir minha esposa e meu filho despiu a mim e nos puseram na cama. Nós não nos mexemos durante toda a noite. Era como se nós nem mesmo tivéssemos ido ao banheiro.” (The Plumbline, April-May 1997).

Amigos, isso não é o Espírito Santo, isso é o espírito do engano.

Os chamados "embriagados no espírito" não são encontrados em nenhuma parte das Escrituras. Esses que promovem o reavivamento do riso abusam de forma grosseira do capítulo 2 de Atos intencionando provar que os Apóstolos estavam embriagados no Espírito no dia de Pentecostes. Isto é um absurdo. Os que disseram que os discípulos estavam “cheios de mosto” eram zombadores que estavam tentando ridicularizar o milagre de línguas que estava acontecendo (Atos 2:13). Esses não disseram que os discípulos estavam embriagados porque eles estavam cambaleantes, caindo ao chão e falando desarticuladamente, mas sim por causa dos muitos idiomas que estavam sendo usados para pregar o Evangelho nesse dia por causa que eles procuravam difamar os apóstolos. Em sua resposta a esses caluniadores, PEDRO DISSE CLARAMENTE QUE ELES NÃO ESTAVAM EMBRIAGADOS (Atos 2:15). Em Efésios 5:18 Paulo CONTRASTA embriaguez com o ser cheio do Espírito. O bêbado não se controla mas está sob o poder de uma substância estranha. Em contraste, o cristão que é cheio do Espírito totalmente controla a si sob a direção do Espírito Santo. Absolutamente não há nenhum caso no Novo Testamento do Senhor Jesus Cristo ou dos Apóstolos ou dos cristãos primitivos cambaleando e caindo em um estupor de embriaguez, incapaz totalmente de obedecer as suas obrigações necessárias, como esses do reavivamento do riso estão experimentando.
O CRISTÃO É ORDENADO A SER SÓBRIO EM TODO O TEMPO (1 Ts. 5:6,8; 1 Tim. 3:2,11; Tt 1:8; 2:2,4,6; 1 Pe. 1:13; 4:7; 5:8).
Se por outra razão eu rejeitaria esse reavivamento só por essa base: "Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;” (I Pe 5:8)

David Cloud